Está por dentro das novas tendências do morar?

Áreas abertas, mais sol e verde dentro de casa são algumas das características que passam a ser mais valorizadas.

Compartilhe este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Sumário

A nova realidade imposta pelo isolamento social está promovendo uma grande mudança nos padrões de comportamento e consumo das pessoas. O ambiente doméstico, que até pouco tempo atrás era um local restrito para descanso e execução de poucas atividades, assume agora múltiplas funções, fazendo emergir também a demanda por uma nova organização do espaço interno.

A depender do perfil do morador ou dos moradores, a casa é agora local de trabalho, estudo, ensino e recreação de crianças, academia de ginástica, prática de hobbies, além de outras formas de lazer. Para internalizar essa rotina – antes realizada em escritórios, escolas, academia e parques – pequenas reformas, compra de equipamentos e uma mudança na decoração são boas saídas. No entanto, em alguns casos, apenas o investimento em um novo imóvel residencial com o espaço necessário para a construção desses ambientes dedicados à prática de cada atividade será capaz de solucionar a questão.

Você pode gostar de: Topografia: o que é e por quê é necessário?

O segmento de imóveis residenciais está sendo diretamente afetado pelo prolongamento da quarentena, o que já se reflete em uma tendência de busca por espaços maiores, com farta iluminação natural e que propiciem algum contato com a natureza. Tudo isso em um ambiente que seja híbrido e possibilite a execução da rotina diária dentro de casa ou então no entorno da vizinhança. Elementos como halls de entrada e portas de serviço – que haviam sido eliminados dos projetos mais modernos – tendem a voltar com força total. Por criarem uma barreira física maior entre o externo e o interno e facilitar a limpeza dos itens que chegam do ambiente externo, assumem um papel importante para a manutenção dos novos hábitos de limpeza.

Segundo o Euromonitor, as casas multifuncionais estão entre as grandes tendências criadas pela crise atual e devem se consolidar como novo padrão de consumo no longo prazo. O ambiente doméstico está sendo redescoberto como um lugar de segurança, higiene e autocuidado. Ao mesmo tempo, espaços que até pouquíssimo tempo atrás eram compartilhados tendem a se tornar privados, como escritórios e academias, por exemplo. A busca por uma vida mais saudável também aumenta nas pessoas o desejo de cultivar alimentos em casa em hortas, reduzir desperdício e preservar o meio ambiente.

Outra prática que deve ser ampliada junto com a busca por espaços maiores e mais personalizados no morar é o DIY – do it yourself – ou faça você mesmo. Ao passar mais tempo em casa e com restrições para receber visitas – seja de amigos, parentes e até mesmo profissionais para realizarem pequenos serviços, as pessoas ficam mais propensas a colocar a mão na massa para pequenos consertos. São reformas que podem dar uma cara nova e melhorar imediatamente a rotina. E você, já parou para pensar em qual a melhor forma de transformar o ambiente em que agora se passa a maior parte do tempo ou totalidade do dia?

Aqui na 1M2, nós descomplicamos a sua experiência. Através da nossa plataforma você descobre mais sobre os empreendimentos, agenda uma visita e, ainda, pode simular o financiamento. Fique a um passo de ser dono do m² ideal, clique aqui e saiba mais.

Receba nossos conteúdos no seu e-mail. Fique por dentro das novidades da 1M2