Giro de Notícias do Mercado Imobiliário

Giro de notícias do Mercado Imobiliário #7

Você bem informado sobre as principais notícias que aconteceram nessa semana no Mercado Imobiliário.

Compartilhe este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Sumário

Ao mesmo tempo que o lançamento de imóveis disparou durante a pandemia, com aumento de mais de 50% no segmento de alto padrão, segundo O Globo, o portal Infomoney destaca que esta demanda aquecida está fazendo com que os descontos nos preços das unidades seja o menor desde 2014. Para ajudar o comprador neste cenário, trazemos também a matéria da revista Qual Imóvel, falando se é melhor comprar imóvel novo ou usado, e qual a vantagem de cada um desses tipos. Boa leitura!

.

Giro de Notícias
Mercado Imobiliário

.

Diário do Comério

Novo Normal: Mercado imobiliário digitaliza-se na pandemia

As mudanças de hábito impostas pela pandemia e a perspectiva de que outras tragédias do mesmo tipo possam acontecer em um curto espaço de tempo, aliada às condições macroeconômicas, especialmente a taxa de juros em níveis moderados para os padrões brasileiros, fez com que o mercado imobiliário se destacasse nos últimos 14 meses.Em um mercado “de confiança”, onde a indicação vale muito, a digitalização representou mais do que a adoção de tecnologia em gestão ou processos. Trouxe também, uma nova mentalidade e, por incrível que pareça, a afirmação de valores tradicionais ao mesmo tempo. Leia mais

.


.

Qual Imóvel

Imóvel novo ou usado: qual escolher na hora da compra?

Quem tem vontade de sair do aluguel e adquirir um imóvel pode se deparar com a seguinte dúvida: imóvel novo ou usado? Existem diferenças importantes entre essas duas opções e, para decidir bem, é preciso colocar na balança os prós e contras. Para acertar na escolha, é importante fazer um bom planejamento financeiro e avaliar o próprio perfil levando em conta as duas opções. Com o objetivo de ajudar os compradores, a fintech CrediHome selecionou as principais diferenças entre os dois tipos de apartamentos. Leia mais

.


.

Radar Imobiliário

Arquiteta destaca projeto de cozinha com aplicações fora do óbvio

A Portinari e a arquiteta paulistana, Dudi Duarte, lançaram o projeto de uma cozinha cosmopolita, construída dentro do ambiente reduzido e sustentável de um container. A proposta traz ainda a aplicação do porcelanato além do piso e das paredes, se estendendo para bancada, armários e bancos. O conceito reforça a versatilidade dos revestimentos e cria uma atmosfera fora do óbvio, sem deixar o conforto de lado. Leia mais

.


.

Infomoney

Desconto na venda de imóveis é o menor desde 2014, e a pandemia ajuda a explicar isso

Está ficando mais difícil negociar um desconto na hora de comprar um imóvel. A constatação é da pesquisa Raio-X FipeZap: Perfil da Demanda de Imóveis, relativa ao primeiro trimestre deste ano.Segundo o levantamento, que ouviu 2.129 pessoas em abril, 10% afirmaram ter adquirido um imóvel nos últimos 12 meses. Dentre eles, 64% disseram que a transação envolveu algum desconto sobre o valor anunciado. Esse é o menor percentual registrado pela pesquisa desde julho de 2017.E mais: o desconto médio foi de 9%, considerando apenas as transações que efetivamente tiveram alguma redução. É o valor mais baixo de toda a série histórica da pesquisa, realizada trimestralmente desde janeiro de 2014. Leia mais

.


.

G1

Imposto de Renda 2021: como fica a atualização do valor de imóveis na declaração?

O valor de imóveis não deve ser atualizado na declaração do Imposto de Renda 2021. De acordo com especialistas consultados pelo G1, uma eventual valorização desses bens aparecem no patrimônio apenas quando o imóvel é vendido ou tem sua posse transferida. Segundo a advogada tributarista Rafaela Franceschetto, sócia do Focaccia, Amaral e Lamonica Sociedade de Advogados, os imóveis adquiridos antes de 1996 podiam ter valores atualizados, mas, dali em diante, com a adoção da Selic como taxa básica de juros do país, ficou estabelecido que deve mantido o valor de compra na declaração. Leia mais

.


.

O Globo

Lançamento de imóveis acelera com juro baixo e salta 51% no segmento de alto padrão

A despeito da crise econômica, as incorporadoras parecem estar otimistas — sobretudo aquelas que vendem para as classes média e alta. Os lançamentos de imóveis saltaram 30,8% entre dezembro e fevereiro, na comparação com o mesmo trimestre móvel de um ano antes — ou seja, no pré-pandemia —, segundo números inéditos do Indicador Abrainc-Fipe. No período, foram colocadas no mercado 34.876 unidades. E os lançamentos estão mais acelerados que as vendas, mostrando que as construtoras e incorporadoras esperam que o cenário de juros (ainda) baixos permitirá que esse estoque seja absorvido no curto prazo. A comercialização de unidades avançou “apenas” 18,6% na comparação anual. Leia mais

Receba nossos conteúdos no seu e-mail. Fique por dentro das novidades da 1M2