Giro de Notícias do Mercado Imobiliário

Giro de notícias do Mercado Imobiliário #4

Fique por dentro das principais notícias que movimentaram o Mercado Imobiliário durante a semana.

Compartilhe este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Sumário

O bom momento do mercado imobiliário vem impulsionando não só a indústria da Construção Civil, como mostra matéria da revista Qual Imóvel, como também o mercado de reformas. Desta vez, a Folha de S. Paulo repercutiu o assunto que já tinha sido destaque no Estadão na última semana. As reformas se tornaram ótimos investimentos, com lucros até 40% maior do que o valor gasto. Também destacamos nesta semana as principais tendências do mercado imobiliário, entre elas as novas maneiras de comprar um imóvel, de forma inteiramente digital. Confira as notícias:

.

Giro de Notícias do Mercado Imobiliário
Mercado Imobiliário

.

Folha de S. Paulo

Juros baixos e pandemia impulsionam o mercado de reformas como investimento

Os juros baixos e a insegurança provocada pela pandemia têm impulsionado a busca das reformas de imóveis como investimento. Considerados ativos seguros mesmo na crise, apartamentos e casas são recriados com espaços para home office e ambientes interno e externo integrados, atendendo aos novos hábitos do morar. O lucro com a modernização de plantas residenciais tidas como desatualizadas, e portanto, com preços mais baixos, pode chegar a 40% do valor investido. Leia mais

.


.

Gilberto Campos

As principais tendências do mercado imobiliário

Contrariando a crença popular de que se trata de um setor conservador e pouco aberto para modernização, o mercado imobiliário vem passando por uma verdadeira revolução nos últimos anos. São novas maneiras de construir, visitar imóveis, fechar contratos, organizar a papelada e a burocracia que vêm transformando para melhor a experiência do cliente e dos profissionais envolvidos. Comprar um imóvel nunca esteve tão fácil. Se antes este processo parecia uma peregrinação sem fim entre imobiliárias, bancos e cartórios, hoje a realidade é completamente diferente, a começar pela pesquisa. Num movimento que ficou ainda mais forte depois do começo da pandemia em 2020 e a necessidade das pessoas se adaptarem a um novo normal , com poucas saídas de casa, aquela época de visitas constantes em imóveis ficou para trás. Leia mais

.


.

Estadão

Imóveis se adaptam a mudanças no uso dos carros, de olho em novos hábitos do brasileiro

O pensamento do brasileiro sobre mobilidade está mudando. Um estudo realizado em 2020 pela consultoria global Kantar apontou que o uso de carros na cidade de São Paulo deve cair 28% nos próximos dez anos, enquanto devem ganhar força o transporte público (alta de 10%), a caminhada (25%) e as bicicletas (47%). O levantamento prevê também que a capital paulista será a terceira cidade do mundo com a maior revolução no uso de transportes na próxima década, atrás somente de Moscou, na Rússia, e de Manchester, na Inglaterra. Leia mais

.



.

Radar Imobiliário

Aprenda a calcular a amortização de um financiamento imobiliário

Você sabia que os financiamentos, especialmente aqueles destinados à compra de imóveis e de veículos, contam com juros e com diversas taxas? Ao contratar um financiamento imobiliário, é importante que o cliente conheça cada um dos componentes do valor final, incluindo a taxa de amortização. Com certeza você já deve ter ouvido falar sobre a taxa de amortização, mas pode ser que não conheça seu significado e sua relevância na hora de comprar um imóvel. Leia mais

.


.
Correio Braziliense

Alta do IGP-M pressiona o mercado imobiliário

De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (29/04), pela Fundação Getúlio Vargas, o Índice Geral de Preços Mercado (IGP-M) de abril de 2021 teve alta de 1,51%. O que representa uma desaceleração em relação aos 2,94% apontados no mês anterior. Mesmo assim, com esse resultado, a inflação que corrige os contratos de aluguéis atingiu 32% nos 12 meses terminados em abril. Esse, portanto, é o índice que corrigirá os contratos com vencimento em maio. A título de comparação, em abril de 2020, o índice havia subido 0,80% e acumulava alta de 6,68% em 12 meses. Leia mais

.


.
Revista Qual Imóvel

Nível de emprego na construção civil cresce 264% no 1º trimestre

Os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados no último dia 28 de abril pelo Ministério da Economia, mostram que a criação de empregos na construção civil foi 264% maior no primeiro trimestre de 2021 em comparação com igual período do ano passado. No mês passado, foram gerados 25.020 novos empregos com carteira assinada, ante a perda de 18.124 postos em março de 2020. Em fevereiro deste ano, foram criadas 43.469 vagas, contra as 25.622 registradas em igual intervalo do ano passado. Em janeiro, ocorreram 43.498 admissões, volume superior aos 34.594 postos criados em igual mês de 2020. Leia mais

Receba nossos conteúdos no seu e-mail. Fique por dentro das novidades da 1M2