Mercado Imobiliário

Giro de notícias do Mercado Imobiliário #19

Aumento na busca por imóveis no RJ e DF, e alta no preço do IPTU e condomínio em São Paulo. Leia essas e outras notícias do Mercado Imobiliário desta semana.

Compartilhe este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Sumário

O mercado imobiliário continua mostrando sua força em diversos segmentos. No Rio de Janeiro, por exemplo, existe uma grande busca por imóveis na zona sul da cidade e em empreendimentos de alto padrão. O otimismo também está dando as caras no Distrito Federal, conforme mostra o Correio Braziliense e, segundo a Folha de Pernambuco, as perspectivas são boas para a construção, mesmo com a alta da Selic. Em São Paulo, dois destaques do portal R7: o alto preço de IPTU e condomínio em alguns lugares e a grande quantidade de imóveis desocupados no centro, criando um cenário de degradação. Confira as notícias desta semana.

.

Como vender bem seu imóvel
Mercado Imobiliário

.

O Globo

Alta na venda de imóveis na Zona Sul: Copacabana, Botafogo e Leblon lideram o ranking dos bairros mais procurados

A alta procura mostra que, apesar da crise, o mercado imobiliário segue muito bem. O setor, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), pretende fechar o ano com R$ 195 bilhões em crédito imobiliário liberados, 57% a mais que o recorde de 2020, quando esse total foi de R$ 124 bilhões. De acordo com o Sindicato da Habitação (Secovi Rio), este foi o melhor primeiro semestre desde 2014 no quesito vendas de imóveis. Leia mais

.


.

Correio Braziliense

Pesquisa: mesmo com alta dos insumos, setor imobiliário no DF revela otimismo

A Associação Brasileira de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF) levantou novos dados sobre as expectativas de demanda para o setor nos próximos três meses. A pesquisa revela que 55% dos empresários apostam na melhora dos negócios no período, enquanto 50% deles acreditam em um aumento da procura por imóveis. Leia mais

.


.

R7

Desocupação de prédios em SP traz degradação e contradições urbanas

Pelos mais variados motivos, São Paulo possui cerca de 290 mil domicílios vagos, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Boa parte está na região central da cidade. São, em suprema maioria, prédios e casas de famílias de grupos tradicionais da cidade, que levaram seus negócios para regiões economicamente mais promissoras. Leia mais

.


.

R7

Custo de condomínio e IPTU pode superar 80% do valor do aluguel

O preço do condomínio e do IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) podem superar 80% do valor do aluguel na cidade de São Paulo, segundo uma pesquisa feita pelo QuintoAndar. Leia mais

.


.

Folha de Pernambuco

Imóveis: recuperação e crescimento no horizonte da construção

Especialistas do setor da construção civil estão com boas expectativas para os próximos meses e para 2021. De acordo com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), importantes indicadores demonstram que a recuperação do segmento já está em curso e que muito tem contribuído para a retomada das atividades no país. Leia mais

.


.

O Globo

Venda de imóveis de alto padrão cresce mesmo com alta dos juros

O mercado imobiliário foi um dos únicos segmentos da economia a apresentar crescimento durante a pandemia, impulsionado por fatores como a busca das famílias por espaços maiores ou mais aderentes às novas necessidades, e um cenário de juros baixos, o que favorece o financiamento. No segmento de alto padrão, o aumento nas vendas foi ainda maior. Leia mais

Receba nossos conteúdos no seu e-mail. Fique por dentro das novidades da 1M2