Construção

Entenda qual é a diferença entre loteamento aberto e fechado.

Compartilhe este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Sumário

A diferença entre loteamento aberto e fechado pode parecer fácil saber qual é. Mas as distinções vão muito além do tipo de acesso de cada um deles. Embora os dois casos tenham planejamento urbanístico, as regras de construção e convivência podem variar bastante. Abaixo, listamos as principais características de cada um desses loteamentos.

Loteamento aberto

Na prática, o loteamento aberto é um bairro como qualquer outro na cidade. No entanto, existem algumas diferenças importantes. Os terrenos em geral possuem o mesmo tamanho e a construção das casas segue um padrão muito parecido. A vizinhança é toda planejada, com infraestrutura completa.

parque itapê itapetininga loteamento aberto
Parque Itapê, em Itapetininga, é um exemplo de loteamento aberto

Sua principal característica, contudo, é que as áreas comuns possuem acesso livre, sendo inteiramente administradas pelo poder público local. Normalmente, as áreas de lazer são praças de convívio e de diversão para as crianças.

Por essa razão, caso seja necessário algum reparo em ruas ou praças, os moradores devem procurar a prefeitura.

Não existem guaritas, cancelas ou sistemas de monitoramento para as ruas. Nada impede, porém, que os moradores se organizem para tomar medidas para maior segurança. Um dos casos é a contratação de empresas de ronda, que monitoram a vizinhança.

Estes custos tomados em comum acordo podem contar com uma cobrança organizada, assim como ocorreria num condomínio. Entretanto, não existe uma previsão inicial para este tipo de despesa.

Loteamento fechado

O loteamento fechado também é um bairro planejado. Os lotes podem variar um pouco em relação ao tamanho, assim como também existe um padrão construtivo. A associação de moradores estipula as regras para as edificações.

terras alphaville camaçari bahia loteamento fechado
Exemplo de loteamento fechado: Terras Alphaville Camaçari, na Bahia

A ela, cabe também realizar a administração do local e estipular as regras convívio – sempre de acordo com a leis municipais.

Por conta disso, eventuais manutenções são mais rápidas e eficientes.

Embora suas áreas comuns sejam públicas, o loteamento fechado possui acesso restrito. Os visitantes precisam se identificar na chegada e podem ser monitorados enquanto estiverem no local.

Além das ruas, praças e parques, o loteamento fechado também conta muitas vezes com um clube de lazer. Esta estrutura costuma ter atrativos como piscina, academia e salão de festas à disposição dos moradores.

O sistema de segurança é muito sofisticado neste tipo de empreendimento. Para custear essas estruturas, os moradores pagam taxas fixas para a associação de moradores, cuja diretoria é eleita em assembleia.

É importante lembrar que o loteamento fechado se difere também de um condomínio. Pois, neste segundo, a área toda é particular, assim como os moradores também são donos de uma fração da área comum.

Resumindo a diferença entre loteamento aberto e fechado

A diferença entre loteamento aberto e fechado é complexa. Os dois tipos de loteamento possuem planejamento urbanístico, lotes padronizados e regras construtivas. No entanto, o loteamento aberto possui acesso livre de pessoas que não são moradoras, dependem da prefeitura para zeladoria das áreas comuns, não possuem sistema de segurança pré-definido e nem previsão inicial de cobranças além do IPTU. Já o loteamento fechado possui acesso restrito, conta com estrutura de lazer mais sofisticada e sistema de segurança. Uma associação de moradores administra o local e existem taxas fixas de cobranças além dos impostos municipais.

Conheça mais sobre loteamentos abertos e fechados no site da 1M2.

Receba nossos conteúdos no seu e-mail. Fique por dentro das novidades da 1M2